Mistura Fina – Gerenciamento de carreira

“Nós cansamos porque é desgastante explicar o tempo todo o que deveria ser óbvio, o que deveria ser justo mas não é.... Militamos sobre nossas causas para que não tenhamos que ficar revivendo nossas dores eternamente, para que as gerações futuras tenham uma base estrutural melhor do que nós tivemos e tenham bons exemplos de representatividade.” Amanda Lyra

Por Giseli Canto

Existe uma estrela que brilha na hora e momento certo, um mundo artístico tão sonhado por muitos. Um artista necessita do reconhecimento do público e este, conhecer seu trabalho. Tem que ter criatividade pra produzir e condição financeira ajuda, mas não é tudo. Sem um bom planejamento, nada acontece. Basicamente uma empresa ou uma marca investe em você, no seu projeto com o objetivo de obter retorno – contrapartida. Ou seja, ganhar mais visibilidade ou mais dinheiro do que ela tenha investido. Eu trago aqui e compartilho com você algumas reflexões que fiz com a cantora, compositora e empresária, Amanda Lyra.

Ações que podem ser desenvolvidas pelo próprio artista: Divulgar seu trabalho nas redes; criar uma fanpage; postar vídeos no seu canal do Youtube, no Instagram e compartilhar muito; públicar conteúdo de qualidade e faze-lo ter muitas visualizações. Pense! Quantos artistas que você conhece, fazem isso? Não é suficiente!

As vezes fico sabendo de artistas sem background que entram em contato com uma empresa pra que ela seja sua patrocinadora, sem conhecimento de como apresentar seu produto, que é sua moeda de troca. A empresa tem o que você quer – o patrocínio – você o que a empresa quer – sua audiência, o seu público e seus fãs. Amanda ainda considera que, além de ter um produto bom como contrapartida, tem que saber apresentar -lo.

Convivi com muitos artistas e entendo que a maioria não tem essa estratégia de marketing. Além de que, o artista tem que ser bom no que faz, ser aplicado, responsável, estudioso, criativo – a arte precisa da criatividade, mas também da técnica bem aplicada. Empresas não investem em quem não tem visibilidade, credibilidade, não tem reconhecimento público, não são comprometidas em seu trabalho e não são profissionais. Existe uma lógica pra tudo isso.

É importante que saiba que você não é uma vítima do mundo. Não tem nenhuma relação com acreditar no seu talento. Se quer ser um profissional reconhecido, não peça ajuda, ofereça seu trabalho em troca do que você quer. Isso é negócio, não é amizade! Você tem que saber alavancar sua carreira, assim como tem que estudar pra ser um bom músico, cantor, instrumentista – uma grande artista.

Pra isso existem pessoas que se dedicam a gerenciar carreiras artísticas. Amanda estudou e hoje é, também, assessora de imprensa, colunista, uma idealizadora de projetos que trabalha com o gerenciamento da carreira. Ela afirma que existem estratégias necessárias que subsidiam o processo que impulsiona uma carreira. Compreenda que não é só o dinheiro que faz parte desse universo, conhecer qual sua competência nessa história, é deveras importante.  Eu não sei qual o tamanho da sua ambição ou dos seus objetivos, mas essa medida, com certeza, vai dizer o quanto e o que terá que fazer.

Leis de Incentivo, um assunto polêmico. Eu penso que foram feitas pra funcionar como incentivo a novos artistas, dar visibilidade midiática e remuneração direta e indireta a profissionais; melhor posicionamento no mercado, a fim de que sejam reconhecidos pelo grande público. Amanda contou que ouvia coisas a respeito das Lei de Incentivo. Que eram sempre os mesmos na lista de projetos aprovados. Resolveu ler os editais e saber como tudo funcionava e passou a estudar cada passo. Assim, criou projetos que foram aprovados. Isso deu a ela a certeza de que não bastava ter um trabalho incrível, tinha que ter planejamento, estratégia, conhecimento do mercado e tudo que faria seu produto chegar até o público e ao patrocinador.

Caso você pense em construir uma carreira bem sucedida, tem que saber escolher seu caminho. Não basta apenas querer, ter pensamento positivo, ser determinado. Tem que conhecer, compreender e saber como lidar com o meio. Uma boa gestão de carreira dá projeção ao artista e passa pela formação de plateia. Um outro dado muito importante que podemos falar em outro momento. Eu costumo dizer que, um artista deveria se preocupar apenas em realizar seu trabalho com excelência e deixar a gestão de sua carreira pra quem entende a cadeia produtiva cultural. Assim, o artista ficar livre pra sua arte. Excelente se for possível! Gostaria que o artista empreendedor fosse responsável em transformar o mundo em um lugar melhor, culto, bem informado, lido, reflexivo, inteligente e sagaz. Alguns emburrecem o povo! Ok! Não posso ter tudo que quero.

Eu trouxe aqui essa pessoa talentosíssima, tida como representatividade de artista e mulher com deficiência que luta contra o capacitismo, o machismo e a exclusão social através da palavra escrita, falada e cantada. Uma artista que mostra que a qualidade da música e do trabalho não está relacionada a nada além da essência de quem a faz. (PORTFÓLIO DA ARTISTA). Na roupagem, Amanda Lyra traz um pouco de tudo –  amor, amigos, experiências bem vividas, momentos inesquecíveis que projetam um futuro de vitórias. Ela investiga, tateia, pesquisa e conta com sua astúcia. Percebe a situação e se joga. Ela é Amanda Lyra.

Veja a apresentação uma de suas produções: Amanda Lyra convida Kleiton e Kledir – Show Completo, realizado em 18 de maio de 2019 no Teatro SESI Campus da Indústria, através do Edital SESI Música.

Colaboração: Amanda Lyra

Instagram: www.instagram.com/amandalyraoficial

Facebook: www.facebook.com/amandalyraoficial

YouTube: www.youtube.com/amandalyra

Você poderá discordar, perguntar, não entender direito, mas precisa gostar de estar aqui comigo! Do contrário não vale a pena!

Espero você!

Siga também: https://www.facebook.com/misturafinaarte

Giseli Canto

Cantora paranaense de Curitiba, professora de Artes aposentada, roteirista, produtora, apaixonada pela música e tudo que se refere ao poder transformador dessa arte, pela família e pelos amigos, que considera sua segunda família. Ama uma boa conversa e está sempre aberta a novos caminhos. Seu olhar otimista para o ser humano faz de sua vida um mundo recheado de boas relações e experiências.

Tags

Giseli Canto

Giseli Canto é Arte-educadora, cantora, roteirista, produtora, apaixonada pela música, pela família e pelos amigos, que considera sua segunda família e tudo que se refere ao poder transformador dessa arte. Ama uma boa conversa e está sempre aberta a novos caminhos. Seu olhar otimista para o ser humano faz de sua vida um mundo recheado de boas relações e experiências.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Também

Fechar
Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios