Mistura Fina – Especial Arismar do Espírito Santo!

A conversa entre Arismar do Espírito Santo e Carlos Bozzo Junior.

Por Giseli Canto 

Uma série que descreve em seus episódios as histórias curiosas desse músico, chamada Griô dos Sons. Esse programa traz uma conversa entre um jornalista e um músico. O jornalista é Carlos Bozzo Junior, paulistano, estuda música desde criança. Estudou em conservatórios, institutos e escolas especializadas em música, no Brasil e no exterior e é pós-graduado em Jornalismo Cultural.

A ideia de falar Arismar do Espirito Santo vem de uma série de vídeos que o músico compartilhou comigo que, pelas curiosidades reveladas, achei interessante trazer aqui. Arismar é músico multi-instrumentista, brasileiro, que além de tocar contrabaixo, guitarra, violão, piano e bateria, faz composições e arranjos harmônicos de forma ímpar, só dele! Ele passeia com facilidade pela vida dos sons e tem tanto a dar a música que os estilos musicais, seja jazz, samba, choro ou rock, consomem tudo que ele tem a oferecer, como se lhe faltassem teclas, cordas e instrumentos pra satisfazer toda criatividade e plástica sonora. Generoso com seus pares que bebem dessa fonte inesgotável de música, presenteia a todos com seu estilo inigualável.

Como ele diz: Salvemaninha! Eu digo salvemaninho! Falo desse artista porque ele é do mundo e não somente daqueles que conviveram ou convivem com ele. É uma oportunidade de dizer da importância de sua música e de sua história. Nos anos 90, eu o conheci pessoalmente no Bar Crystal, quando demos uma canja juntos fazendo O Cantor da Noite (Ivan Lins). Na época, tinha grande admiração e, cantando com ele, conquistou meus ouvidos.

Em Griô dos sons, o jornalista Carlos Bozzo Junior explica, que Griô é uma palavra usada na África Ocidental para designar pessoas que são responsáveis por transmitir e preservar histórias, conhecimentos, mitos e músicas dos seus povos. Arismar é uma fonte pulsante em que todo músico deveria beber e sentir.

Alguns detalhes no seu jeito de tocar chamaram minha atenção. No primeiro episódio, ele conversa com os acordes enquanto toca a música que fez pra sua mãe Araci Lima. Preste atenção na mão esquerda, lá pelos minutos 5’35, quando ele faz um gesto, como se dissesse ao piano, tá! E daí? O que vai ser?

Você sabe o que é musicalização, o processo em que despertamos pra música e somos musicalizados? Arismar conta das músicas que ouvia desde sempre em sua casa e que na sua memória ficaram; tudo que ele lembra das músicas da sua infância e de onde vem a sua inspiração e sua formação musical. Certamente, se estiver aberto, você irá caminhar pelas trilhas do saber.

Eu falo de magia, de buscar no passado a permissão, o deixar-se levar, o criar apenas pela emoção de criar, um breve instante que o compositor faz uma música aproveitando o ensejo da ocasião. Dos shows às canjas, tudo são histórias riquíssimas de momentos inesquecíveis que viram música nas mãos desse instrumentista. O fato vira conceito na voz de Arismar. Ele diz: a canja é o cio do músico, o canja manda no som!

As curiosidades são muitas e trazem histórias hilárias de Arismar que fazem a gente rir, mas não as contaria melhor do que ele.  – a porta da Igrejinha que se abriu e o baixista saiu na rua tocando e dá de cara com Filó Machado; o momento de ator que Arismar vive, uma cena em que ele voa por cima de mesas e cadeiras; a freira que entra pra perguntar o que é pacaraio; Isaurinha Garcia que quer ficar nua no palco; Chu Viana tentando fazer os golpes de Bruce Lee e trinca uma costela; o solo de Osvaldinho do pandeiro que quase rendeu a venda de seus pandeiros. Uma sucessão de incríveis momentos pra relaxar e rir.

Ao falar sobre a beleza de se fazer jingles, uma ferramenta da publicidade, ele nos faz perceber como era prazeroso e cheio de arte esse trabalho. Era um mundo repleto de alegrias em trinta segundos. Tínhamos um outra verdade sobre as criações publicitárias. O negócio era fazer música e não fazer música como negócio. Por lá ficou um tempo de criar que talvez tenha se perdido pelo caminho.

Então, o que aconteceu com esse universo da música pela música? Das palavras de Arismar que reflete, trago aqui a oportunidade de ainda podermos resgatar o fazer música pela música. Tem gente fazendo isso ainda, tem quem viva a música e a faça viver; não olhe pra traz como um passado distante. Parafraseando Arismar – faça parte da turma que faz nascer o som nos lugares!

O nexo faz a junção entre a figura desse artista em sua estatura, seu tempo de vida, suas histórias e Griô. As homenagens executadas em seus instrumentos a outros artistas desembocam em melodias entremeadas de linhas suscetíveis e impressões imediatas. Ele é um experimento musical, um pensamento, uma proposição, um argumento que contraria os princípios básicos e gerais que costumam orientar o pensamento humano. Ele desafia a opinião consabida, a crença ordinária e compartilhada pela maioria.

Esse episódio foi feito pra gente conversar uma coisa, pra gente contar uma história do que é ser um Griô. Eu acho que a ideia é transmitir e preservar. Uma história sensível de diferentes paisagens, de coisas diferentes, de sotaques, cores, cheiro, tocata, sabores, amores e amizades através da música, através da arte, através da delicadeza, que é de onde a gente veio. A gente é fruto do amor  a gente devolve isso em forma de música. ARISMAR.

Como recebi os episódios com muito carinho, eu compartilho com você leitor, que vai poder assistir a todos seguindo o canal do You Tube de Arismar do Espírito Santo.

EPISÓDIO 01: ” d’onde”

São ao todo 7 episódios que você pode acessar no canal do artista

EPISÓDIO 02 : “chegança”


Serviço

Fonte: https://musicaemletras.blogfolha.uol.com.br/perfil
Canal do YouTube: https://www.youtube.com/c/arismardoespiritosantooficial
Site: https://www.http://www.arismardoespiritosanto.com.br
Facebook: https://www.facebook.com/arismardoespiritosanto
Instagram: https://www.instagram.com/arismar1i/?igshid=hs0jk2kzukmq

Siga também:

Facebook: https://www.facebook.com/misturafinaarte
Instagran Mistura Fina: https://www.instagram.com/misturafinaarte/
Instagran Giseli Canto: https://www.instagram.com/giselicanto/

Tags

Giseli Canto

Giseli Canto é Arte-educadora, cantora, roteirista, produtora, apaixonada pela música, pela família e pelos amigos, que considera sua segunda família e tudo que se refere ao poder transformador dessa arte. Ama uma boa conversa e está sempre aberta a novos caminhos. Seu olhar otimista para o ser humano faz de sua vida um mundo recheado de boas relações e experiências.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios