Viaje com Roberta Freire – Quando atravessei o mundo para conhecer a China

Por Roberta Freire

Essa semana recebi várias mensagens perguntando sobre o fechamento das fronteiras e se eu iria para a China, se queria conhecer, se teria coragem. Resolvi então trazer um pouco do que vivenciei numa viagem que fiz em 2018 para lá.
Estar na China foi uma experiência completamente diferente de tudo que já vivi nos meus 20 anos de turismo. Um misto de alegrias e preocupações que, no final eu diria: uma das viagens mais interessantes que já fiz. Recomendo com algumas ressalvas.

Sempre que vou para algum destino, procuro conhecer “por conta”, sem excursão, para ter ideia do dia a dia e das dificuldades que o turista pode enfrentar. Quando gosto do destino volto por conta ou com excursão dependendo das perdas que estar sozinha me trouxe.

Foi um voo de mais de 24horas por conta da grande espera em Nova York. Ficamos muito cansados e não pudemos sair imediatamente por conta da perda de uma bagagem. Acionamos o seguro fizemos o “B.O” e fomos para o hotel.

E então começam os “perrengues em viagens”. O inglês do chinês, quando encontrávamos alguém que falasse o mínimo necessário, era praticamente incompreensível. Se o hotel não fosse 5 estrelas usávamos o tradutor do google que baixamos para podermos usar offline.

Com alguma dificuldade conseguimos fazer o check-in.

O fuso horário nos deixou cansados, mesmo assim, resolvemos entrar logo no ritmo para podermos aproveitar melhor o dia seguinte. Saímos um pouco, jantamos, descansamos e aproveitamos a internet do hotel, pois na China era muito difícil conseguirmos uma conexão.

Enfim, amanheceu o dia seguinte e começou nosso passeio por Pequim, uma cidade fantástica, cheia de lugares para visitar. Mais de 3000 anos de histórias para conhecer.

Aproveitamos os dias frios estivemos lá, para conhecermos os principais lugares:

Vista da Cidade Proibida

Cidade Proibida, Palácio de Verão, Museus, Templo do céu, alguns templos budistas e alguns shoppings que vendiam réplicas de produtos de marca. Fomos também ao supermercado para termos ideia do que consomem.

Assistimos à opera e experimentamos o famoso pato laqueado. Não comemos os insetos, mas fomos visitar a famosa rua.

Mas a mais surpreendente das visitas em Pequim foi a monumental Muralha da China. Visitamos a parte não turística. Para essa visita contratamos um passeio que nos levou não só às muralhas, mas também para participarmos de uma cerimônia do chá. Dia inesquecível.

Na próxima semana vou detalhar cada uma das visitas e contar detalhes e  dicas.
Aproveite e pergunte o que quiser saber pois é muito difícil encontrar alguns detalhes na internet, sabemos disso.

Escreva para roberta@viajecomrobertafreire.com.br que semana que vem eu respondo!

直到下周

Zhídàoxiàzhōu

Roberta Freire

Há mais de 20 anos atuando na área de turismo.
Especialista em viagens com experiências
Apresentadora do Programa Viaje com Roberta Freire na Elemental Channel ( em mais de 180 países pelas tv´s Sansung e LG) e , no Brasil, na COMBRASIL em todas as operadoras de tv ).
Empresária do ramo de Turismo ( Planeta Vistos, Turismo Fácil, In Viaggio e Viaje com Roberta Freire), CEO da 4HEROES.
Viajante, mãe, esposa e apaixonada por conhecer diferentes culturas e experimentar a vivência local.

Tags

Artigos relacionados

2 pensamentos “Viaje com Roberta Freire – Quando atravessei o mundo para conhecer a China”

  1. A Rô é aquela pessoa que você se encanta no primeiro “Oi”! E depois com toda a bagagem que tem, você vai a admirando cada vez mais!!
    Ameiiii o post!!!
    Parabénssss….sucesso sempre!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios