Interaja conosco

São Paulo

Espetáculo “Margarida, pra você lembrar de mim” encerra temporada de apresentações gratuitas em São Paulo

Publicado

em

Depois de passar pelo Teatro Flávio Império, Aldeia Indígena Guarani Mbyá – Tenondé Porã, Movimento de Moradia da Região do Centro, Ocupação Luta Popular e Centro de Defesa e Convivência da Mulher (Projeto Naná Serafim – Casa de Isabel), a agenda chega na Ocupação Cultural Mateus Santos em 17 e 18/11

O espetáculo “Margarida, pra você lembrar de mim” segue temporada de apresentações gratuitas em São Paulo. A iniciativa, que estará em cartaz ao longo de novembro, é uma tentativa poética de dar vida à memória de Margarida Maria Alves, militante camponesa assassinada em 1983 por interesses políticos de latifundiários. Nele, Luz Bárbara manipula objetos narrativos, abertura de câmera ao vivo e projeções audiovisuais em uma narrativa que reconta fatos históricos de raro conhecimento público. A memória é reconstruída de maneira fractal e entrecruza o ato de lembrar a trajetória de Margarida, recontar a memória do Cariri paraibano, reencantar a memória ancestral da nação Kariri e um exercício de autoficção.

A peça é resultado de um trabalho artístico de pesquisa iniciado em 2015 a partir da migração de Luz Bárbara para São Paulo. Desde então, Luz iniciou uma busca por compreender suas raízes identitárias e foi nesse processo que se reconectou com a memória de Margarida Maria Alves e tem visibilizado através da performance a identidade étnica da militante camponesa.

“Tenho me emocionado com o retorno do público tanto imediato no ato da performance como após as apresentações – muites migrantes nordestines ou filhes de migrantes nordestines relataram que a peça desperta a saudade de suas terras natal, também muitas pessoas vêem na interpretação que faço de Margarida suas mais velhas, além disso tenho percebido que a obra sensibiliza as pessoas em geral para a questão da luta por terra e território através da memória afetiva”.

“Margarida, pra você lembrar de mim” fez parte da programação do 26° Porto Alegre Em Cena – Festival Internacional de Artes Cênicas, em setembro de 2019, no Rio Grande do Sul. Agora, encerrando a programação, a agenda passa pela Ocupação Cultural Mateus Santos, nos dias 17 e 18 de novembro, às 19h e 14h, respectivamente. Antes disso, esteve no Teatro Flávio Império, Aldeia Indígena Guarani Mbyá – Tenondé Porã, Movimento de Moradia da Região do Centro, Ocupação Luta Popular e Centro de Defesa e Convivência da Mulher (Projeto Naná Serafim – Casa de Isabel). 

A trilha sonora do espetáculo é composta pelo cantor e compositor Chico César e representa a exploração da musicalidade do espaço rural nordestino e a estética da música experimental, semelhante à sonoridade analisada pelo grupo “Jaguaribe Carne”, fundado em plena ditadura militar, do qual o compositor foi integrante. A contraposição dessas sonoridades permite explorar musicalmente a coexistência de tempos, espaços e experiências, proposta pelo espetáculo, e também criar diferentes atmosferas narrativas para ritmos como ciranda, coco de roda, caboclinho, boi, maracatu e cavalo marinho.

SERVIÇO

Margarida: pra você lembrar de mim

Dia: 17/11

Horário: 19h

Entrada Gratuita

Local: Movimento Cultural Ermelino Matarazzo

Av. Paranaguá, 1633 – Jardim Belém, São Paulo – SP

Dia: 18/11

Horário: 14h

Entrada Gratuita

Local: Movimento Cultural Ermelino Matarazzo

Av. Paranaguá, 1633 – Jardim Belém, São Paulo – SP

Comentar

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Seja nosso parceiro

Megaidea