Quer ser ator no Rio?

Confira essas 3 dicas!

A vida do ator no Rio de Janeiro poderia ser definida como uma roda gigante. E hoje meu papo vai ser diretamente com o paranaense que sonha em vir pra cá. Nesses dois anos aqui, quando vim com a missão de fazer trabalhos como atriz, tive altos e baixos. E a verdade nua e crua é que não há uma fórmula ou receita para ser ator no Rio e ter o sucesso da que todos sonham na carreira aqui. Não se iluda com cursos e workshops famosos “caça dinheiro” ! Assim como  em todo lugar, o talento é bom, mas é preciso continuar estudando, se esforçar redobrado para fazer contatos e, principalmente, ter mente aberta, coragem e muita sorte. Nesse tempo, muitas são as histórias, dificuldades, ganhos, perdas. É preciso estar preparado enfrentar todas as situações. Hoje vou contar as três principais dicas aqui para se manter mais tempo no Rio e trabalhar como ator na cidade maravilhosa!

Mantenha a mente aberta

Isso mesmo! Sair da sua cidade natal, independente de morar sozinho ou com família, sempre trará novos desafios. Não importa se terá ajuda da família para viver aqui ou não. No final, os costumes, o dia a dia, as pessoas, as conversas, terão suas diferenças no Rio. E o meio artístico, também tem suas particularidades, ritmo e jeito. Por isso, principalmente o ator, precisa estar atento a esse movimento e, sem perder sua essência, se adaptar a ele, para poder observar e agarrar todas as oportunidades. 

Procure novas formas de sustentar

O Rio é uma das cidades mais caras do mundo para se viver.  E, muitas vezes na carreira, as coisas não acontecem da noite pro dia. para alguns, podem levar meses e, para outros, anos. Muitas pessoas acabam trabalhando com outras coisas e fazendo a arte de forma paralela, como foi o meu caso, que continuo trabalhando com jornalismo. O ideal é guardar um dinheiro antes de vir, buscar outras formas de se sustentar aqui e procurar regiões mais adaptáveis ao seu orçamento como centro e a bairros da zona norte Vila Isabel, Tijuca, onde pode-se alugar uma kitnet com preços acessíveis. Ou então, você pode alugar quartos em casas compartilhadas, muitas delas onde habitam artistas, em bairros como esses ou na zona sul, como Laranjeiras, Copacabana, entre outros.

 

Continue estudando!

É importante ter talento, mas não pense que aqui isso será a chave principal. O que mais vi aqui são pessoas talentosíssimas, e que mesmo sendo do Rio de Janeiro, também tentam a sorte na área há anos. Por isso, é preciso estar atento às suas habilidades e investir naquelas que ainda precisa melhorar, pois aqui, os artistas multifacetados tem mais chances de conseguir oportunidades. Fique atento ao que o mercado mais precisa, e se adapte a ele.  Além disso, no Rio, há uma série de cursos que também são gratuitos, um deles é a Escola Técnica Estadual de Teatro Martins Pena, onde caso você ainda não seja ator, pode se formar de forma gratuita e com reconhecimento no mercado artístico. E não esqueça: é importante manter o currículo e material em dia, bem como pesquisar as vagas e oportunidades. Foi caçando em grupos de facebook e enviando um bom material que consegui fazer minhas primeiras peças por aqui.

 

De resto, muita fé, sorte e coragem!

 

Bianca Nascimento

Jornalista, atriz, nômade. Em sua jornada na arte e jornalismo, Bianca Nascimento esteve à frente da assessoria de imprensa de projetos culturais em Curitiba e na comunicação da Secretaria da Cultura do Paraná. Sua alma nômade já a levou para a África do Sul, onde morou e trabalhou com marketing na área de intercâmbio. Agora, há dois anos morando no Rio de Janeiro, onde já se aventurou como atriz em teatro de comédia e musical, traz para o Jornal A Cena, literalmente, as novidades da cena cultural do Brasil para Curitiba e de Curitiba para fora.

Tags

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios