A LEITURA NO COMBATE A ANSIEDADE E OUTROS MALES

Por Igor Horbach

Já parou para pensar o tanto de polichinelo e abdominal que você faz na academia todos os dias? Triplica esse número e você vai chegar, talvez, em um número próximo do que o seu cérebro faz quando você está lendo. Sim, é isso mesmo. Ler também é praticar exercícios…

A maioria das pessoas hoje em dia olham para aqueles livrões enormes como o It (Stephen King) que tem mais de 1.000 páginas e sentem preguiça, contudo, eles são fortes aliados para nossa saúde mental. Infelizmente, a tecnologia não tem contribuído muito para o aumento de leitores, principalmente no Brasil onde esse número é praticamente nulo. Claro que existem inúmeros fatores como social, econômico etc, como já discutimos aqui na coluna outras vezes.

De qualquer forma, porque é tão difícil para a sociedade brasileira aderir a pelo menos cinco minutos de leitura diária? É impossível que não tenhamos um tempinho no ônibus quando estamos indo para o trabalho ou quando tomamos aquele banho gostoso à noite e ficamos deitados com a tela do celular há poucos centímetros.

É de se esperar que com o passar do tempo, tenhamos pessoas mais estressadas, infelizes, ansiosas e até mesmo menos inteligentes. Por favor, não vamos entrar no mérito do que deve ser considerado inteligente ou não. Não é a proposta do texto.

Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde) o Brasil é o país com mais pessoas ansiosas do mundo, sendo um cálculo aproximado de 18,6 milhões de pessoas. A lista de motivos que contribuem para um aumento de casos de ansiedade é tão infinita que poderíamos facilmente enrolar o Cristo Redentor inteiro, porém, o que poucas pessoas sabem é que a leitura pode ajudar a diminuir os sintomas.

A princípio a leitura pode parecer uma atividade passiva, isto é, que não exige ações físicas por parte do leitor, contudo, ela é uma das ações mais ativas hoje em dia. Isso porque quando lemos o nosso cérebro precisa imaginar os cenários, personagens, a voz deles e claro, as situações. Pode parecer simples, mas para o nosso grandão aqui não é. Além do mais, as sinapses feitas dentro do cérebro são tão rápidas que elas não conseguem distinguir a realidade da ficção no momento em que os olhos estão grudados nas páginas. Isso justifica a expressão: “viajei nessa história” e “me senti parte da jornada”. Por parecer tão real em um primeiro momento, nossa mente começa a abrir mais espaço na memória para guardar as informações por mais tempo.

Os pesquisadores da Universidade de Sussex, no Reino Unido, descobriram que a leitura diária de pelo menos 6 minutos pode reduzir em até 68% os níveis de estresse no corpo. Isso é feito com base no acompanhamento da frequência cardíaca e relaxamento muscular dos voluntários. Dependendo do livro, isso é menos que 10 páginas por dia.

Sabe aquela insegurança na hora de enfrentar um desafio novo na vida? Então, com um trabalho de formiguinha, a leitura diária pode te ajudar nisso também.

O Brasil é um dos países em que a população mais se sente incapaz de realizar ações novas e conquistar objetivos e segundo a Universidade do Estado de Ohio nos Estados Unidos comprovou que ao conhecer personagens ficcionais e se identificar com eles, é muito maior as chances de você tomar decisões na vida.

No mesmo sentido em que a American University recomenda, após um estudo, que ler livros com temas correlacionados com suas maiores dificuldades atualmente induz a vivenciar a luta da personagem e transpor na vida real.

Segundo alguns estudos, os livros de auto-ajuda também contribuem no combate do maior vilão do século, a depressão. No período de um ano, os sintomas em pacientes avaliados caiu drasticamente.

Esses são apenas alguns exemplos dos benefícios da leitura diária, isso porque estamos partindo do pressuposto que você vai tirar apenas 6 minutos por dia para realizar isso. É mais barato e mais rápido do que a academia. A sua listinha para o fim de ano já está pronta? Procure por livros com temas que te agradam, não importa se é auto-ajuda, científicos ou romances, o importante é ler.

Fonte:

https://blog.todolivro.com.br/conheca-os-beneficios-da-leitura/#:~:text=Os%20 pesquisadores%20da%20Universidade%20de%20Sussex%2C%20no%20Reino, na%20frequ%C3%AAncia%20card%C3%ADaca%20e%20o%20relaxamento% 20dos%20m%C3%BAsculos.

https://www.contioutra.com/15-beneficios-da-leitura-que-podem-triplicar-sua-q ualidade-de-vida/

Igor Horbach

É autor, ator, dramaturgo e produtor brasileiro. Nascido em Tangará da Serra – MT, publicou seu primeiro livro aos 14 anos e o segundo aos 16. Em 2017 se mudou para Curitiba onde iniciou sua carreira de ator, produtor e dramaturgo. Em 2019, produziu e dirigiu a serie Dislike. Em 2020 publicou seu drama de estreia, Cartas para Jack. Em 2021 lançou a série de contos intitulada Projeto Insônia.

Tags

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios