“ESCREVINHAÇÕES DE ANDREIA CIBELE” terá parte da renda destinada à instituição social

Livro da jornalista curitibana traz fragmentos de espiritualidade 

Foi lançado na noite desta quarta-feira (19), na Livrarias Curitiba, do Shopping Estação, o Escrevinhações de Andréia Cibele da Luz. O sonho da menina, que quando criança presenteava as pessoas com bilhetinhos e versos no natal, se tornou realidade. Dizia desde pequena que seria escritora. Na adolescência era contratada pelas amigas para escrever as cartinhas de amor.

O livro da poetisa e jornalista curitibana traz pinceladas de momentos difíceis à paz interior, encontrada por ela quando passou a se dedicar a ajudar pessoas. “A sensação mais próxima a esta foi o nascimento dos meus filhos e no dia da minha formatura. Um sentimento máximo de gratidão. Este livro foi escrito em um momento em que eu estava atravessando o deserto de uma depressão que durou anos. E hoje, agradeço a ela, por toda mudança e crescimento que me proporcionou. Através do amor, da fé e do olhar ao outro. Amar, entregar e confiar”, resumiu a escritora.

Parte da renda arrecadada com a obra será destinada ao Núcleo de Estudos e Atendimento Espírita (NAE), localizado no Jardim das Américas. Além das atividades realizadas como passes, atendimento fraterno e palestras, o NAE auxilia mensalmente entidades como o asilo Nova Canaã, no Uberaba, que acolhe atualmente 19 velhinhos (6 meninos e 13 meninas), a creche Abelhinha e ainda a Casa de Passagem Severina Serraglio (que atende crianças sob tutela Judicial), ambas localizadas em Almirante Tamandaré, além de outras ações que atingem moradores de rua e dependentes químicos.

O Escrevinhações de Andréia Cibele da Luz está disponível nas Livrarias Curitiba, Banca Bom Jesus (R. Jaime Balão, 201 – Juvevê) ou ainda pode ser adquirido pelo whatsapp da Editora Inverso, podendo recebe-lo em casa: 41 99798-7623. “Eu espero que através deste livro as pessoas possam se conectar com sentimentos nobres que existem dentro de cada um de nós. E que eu consiga chegar bem de mansinho, o tocar o coração de cada uma … que me der essa oportunidade. E se eu conseguir isso por um momento, já serei grata”.

“O Escrevinhações de Andréia Cibele é um monte de papeizinhos escondidos na gaveta, jogados pela casa. Alguns feitos na madrugada. São anotações rabiscadas em um bloquinho no carro, frases o canto de um caderninho, misturada com entrevistas e reportagens. A insônia, a taça de vinho, o choro, a terapia de uma estrada. Tudo junto entre poesias, crônicas e ensaios” (LUZ, 2018, p 19).

, ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *