Teatro

CIA KÁ tem sua estreia no Palco do Festival de Curitiba

Depois de dois anos realizando produção audiovisuais e um festival online uma pandemia, a Cia KÀ de Teatro Retorna ao Festival de Teatro de Curitiba, mais especificamente na Mostra de Teatro de Rua com o espetáculo “DOCE²”, um projeto de Kelvin Millarch por Caio Frankiu.
Em março de 2020 a Companhia teria sua estreia no Festival de Teatro de Curitiba com a performance solo “DOCE (desilusão)”, porém a pandemia da COVID-19 foi a causa do cancelamento não apenas do espetáculo, quanto do maior festival de teatro da América Latina.
Os diretores Caio Frankiu e Kelvin Millarch não pararam suas produções artísticas, e foi ai que “DOCE (desilusão)” surge com a nova linguagem que surge na cia perante pandemia, o audiovisual.
O curta metragem e tem sucesso nas redes, a performance solo hoje é disponibilizada de forma gratuita no site da companhia( https://www.ciakadeteatro.com.br/ ) e no site do PR Cultural ( https: //www.prcultura .pr.gov.br /Pagina/DOCE-desilusao ). Tamanha foram devolutivas positivas que a solo teve sua aprovação no Estado rendendo frutos e até mesmo notada pela emissora carioca rede globo, ela que entrou melhor em contato com a equipe para conhecer a produção.
Após dois anos dos artistas que se destacaram a Cia KÀ diante dos palcos e do público, o elenco finalmente estreará “DOCE²” de forma GRATUITA.
O Ator e Diretor Caio Frankiu em conjunto com Diretor e Dramaturgo Kelvin Millarch adaptou a performance solo “DOCE (desilusão)” para “DOCE²”, um espetáculo que utiliza a linguagem da dança-teatro para uma trama dramática e eufórica, usa signos da solo original com um conceito novo e adaptado para apresentação na rua.
“Os personagens eram muito óbvios, não precisamos mais subestimar a platéia, o desafio deles agora é compreender o sentimento e a atmosfera de cada momento” (Caio Frankiu, performer)
SINOPSE: “São tantas como metáforas a serem descomplicadas DOCE² que a analogia ao ‘não ser’ faz parte da atmosfera da expressão. Ao meu lado, a angústia da angústia, porém, isso se tornará facilmente um segredo ao pânico.
Apresentações:
04/04/22 – Largo da Ordem às 19h
04/06/22 – Parque Cachoeira (Araucária) às 19h
Ficha técnica
Encenação: Kelvin Millarch
Criação performática e performance: Caio Frankiu
Direção de Arte Gráfica: Caio Frankiu
Agradecimentos
Guaia Knoll – Diretor da Lumen Audiovisual
Beatriz Marçal – Produtora e Apoio luminotécnico
Posts relacionados
Teatro

Em seu 20º aniversário o Grupo Obragem de Teatro apresenta métodos artísticos em Websérie

Teatro

Cancelamento de vôo adia musical One Night Of Tina em Curitiba

Teatro

''MARIAS: História de Pomba Giras'', o novo curta-metragem da CIA KÀ trás a contemporaneidade brutal do século 21

Teatro

Neste fim de semana te contos no Guairinha

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.