Música

Marianna Ferrari lança videoclipe de “A Flor”

Marianna Ferrari estreou em janeiro do último ano com seu EP “Oi”, trabalho que deu vida a faixa “A Flor”, que um ano depois ganha videoclipe com direção da multiartista mocoquense Anná. A valsa,  que lembra música circense, conta com acordeon e detalhes da bateria e  percussão, fatores que juntos ajudam na criação desse ambiente hora lúdico, hora cômico.  Dentro do clássico 4×4, em uma marcha, a música também é  inspirada na música cubana, onde um refrão se repete em coro e voz solo.

O conjunto de referências diversas faz jus à carreira musical inusitada de Marianna. Ela começou com uma banda de rock japonês, que serviu de pontapé para seus estudos em canto lírico aos 14 anos. “Cantei em coros, madrigais, solo e comecei a compor pouco depois, aos 19”, conta a artista. “Lancei meu primeiro EP após o processo de 10 anos compondo e amadurecendo as músicas – e a mim mesma, claro”, completa. Este EP, gravado no início da pandemia, no estúdio Pratápolis com a produção musical da própria cantora e do Jonas Tatit, manteve “A Flor” aguardando o momento certo para ganhar vídeo.

A faixa fala sobre insatisfação pessoal ao perceber que se está deixando de fazer as coisas que gostaria e  julgando quem as faz. “No fundo, eu julgava a mim mesma por querer viver diferente do que vivia”, coloca Marianna. Totalmente conectada com um sentimento inerente ao isolamento da pandemia, a escolha da faixa e da inspiração do videoclipe nasceu de uma conversa despretensiosa onde Marianna e Anná falavam sobre o julgamento à vida alheia que a música aborda de forma jocosa.

“Janela Indiscreta”, filme do diretor Hitchcock, foi a  inspiração ao conceito de observar a vida do outro, fazendo um  paralelo com o  Instagram. “As janelas estão abertas propositadamente para a exposição e o julgamento acontecendo de forma constante e nem sempre de maneira consciente”, pontua Anná. Com equipe inteiramente feminina, Marianna interpretou diversos personagens ao longo do vídeo sem perder o fôlego da narrativa e da crítica da construção social nos tempos em que tudo acontece online.

Ficha técnica

FICHA TÉCNICA MÚSICA:

Composição/Voz /Violão: Marianna Ferrari

Produção Musical: Jonas Tatit e Marianna Ferrari

Acordeon: Thadeu Romano

Violão de Aço: Jonas Tatit

Baixo: Serginho Carvalho

Bateria: Sergio Reze

Percussão/Coro: Alisson Amador e Gustavo Surian

FIHA TÉCNICA CLIPE:

Roteiro: Anná e Marianna Ferrari

Direção: Anná

Direção de Fotografia : Aglae D’Avila

Assistência de Fotografia: Sue Borges

Direção de Arte: Magê Cechetto

Consultoria figurino: Deneli Rodriguez

Montagem: Anná

Colorização: Aglae D’Ávila

Sobre Marianna Ferrari

Marianna Ferrari começou cedo na música. Sua primeira banda, Aizou, de rock japonês, abriu seus olhos para o desejo de estudar canto lírico, processo que ela deu início aos 14 anos. Foi aos 19 que ela largou a faculdade de design  gráfico em Florianópolis e veio à São Paulo viver seu sonho com a música. Na terra da garoa, manteve os estudos de canto lírico, dessa vez na Fundação das Artes de São Caetano do Sul, onde teve a oportunidade de se envolver com música popular brasileira e se apaixonar para sempre.

A partir daí cantou coros, madrigais, solo e começou a compor. Em 2013, integrou Allumar, grupo que deu corpo às suas canções e participou de festivais pelo Brasil. Mas foi só em janeiro de 2021 que viu seu EP “Oi”, o primeiro solo e autoral, ganhar vida em sete faixas inéditas que misturam ritmos e expõem toda a versatilidade e criatividade da cantora.

Conheça mais sobre Marianna: Instagram l Spotify l YouTube

Posts relacionados
Música

Joice Terra abraça a música brasileira no disco “De(Vagar)”

Música

Em 'Tela Viva', Leandro Ferraz anuncia o lançamento do álbum solo com a produção assinada por produtores premiados ao Grammy Latino

Música

Gorillaz em Curitiba

Música

Grupo Musical Le Pifolé lança álbum musical com 12 peças para pífano

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.