De olho nos globais

 

Tivemos grandes perdas de grandes nomes na arte no último ano. Pessoas como Paulo Gustavo, Aldir Blanc, Nicette Bruno, Eduardo Galvão, Dayse Lúcidi, Gésio Amadeu, que abrilhantaram o teatro e o audiovisual brasileiros e deixaram saudade e renomados trabalhos.

E por isso que tenho acompanhado, cada vez mais, trabalhos de atores que continuam nos enriquecendo com suas artes mesmo em pandemia, como a atriz Suely Franco. É uma honra poder acompanhar mais de perto esses artistas, que tem se reinventado para nos entreter.

Suely estreou aos 81 anos seu mais recente trabalho:  “Ela e eu – Vesperal com chuva”. Esse é o primeiro monólogo da artista, que já tem 61 anos de carreira e 70 espetáculos na bagagem.  Uma verdadeira superação para a atriz que, mesmo com tanta experiência,  teve que até mesmo devolver seu apartamento por dificuldades financeiras devido a pandemia. 

Então, mais que merecido ser prestigiada, não é?

Ela e eu – Vesperal com chuva” traz em cena a adaptação do conto “Vesperal com Chuva” de Lúcia Benedetti, tendo como narrativa uma personagem que se apresenta contando histórias e sonhos de sua vida, desencantos, fragilidades, alegrias, decepções e medos, tudo interpretado com humor, nostalgia e boa arte.

Bianca Nascimento

Bianca Nascimento Jornalista, atriz, nômade. Bianca Nascimento esteve à frente da assessoria de imprensa de projetos culturais e políticos. Sua alma nômade já a levou a morar 211 dias África do Sul, onde trabalhou na área de intercâmbio. Há mais de mil dias mora no Rio de Janeiro, onde já se aventura como atriz. E também de lá compartilha no Jornal A Cena as novidades da cena cultural e lifestyle (turismo, comportamento, gastronomia, moda) da cidade maravilhosa.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Também

Fechar
Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios