“Bernard Só” segue em cartaz no AP 13

Com texto de Luiz Felipe Leprevost e direção de Rafael Camargo, a  peça protagonizada por  Adriano Petermann aborda a solidão diante da vida moderna

Com texto de Luiz Felipe Leprevost, direção de Rafael Camargo e interpretação e produção de Adriano Petermann,  a peça “Bernard Só” está em cartaz no AP 13, em Curitiba, até dia 22/9. As apresentações acontecem nas sextas e sábados, às 22h30, e aos domingos, às 19h. Os ingressos são no formato “pague quanto quiser”, ou seja, o público paga o valor que achar justo para o espetáculo.

O personagem Bernard Só é um youtuber prestes a completar 90 anos. Diante de uma das mais populares plataformas digitais da atualidade, ele enfrenta a solidão e expõe ao mundo sua imagem e suas ideias. “Bernard Só é um desaforo e um desrespeito ao teatro, com o ator de costas para a plateia e a sua imagem teatral sendo exibida em vídeo, em cena projetada. É o discurso virtual como a vida real, natural, colocando em cheque a presença, a experiência humana. É a imagem como protagonista, a morte da vida ‘real’ em cena”, explica o diretor.

Durante a sua carreira, iniciada em 1996, Adriano Petermann participou de várias produções nacionais. Entre elas, estão o longa-metragem “Sonhos Tropicais” (2001), de André Sturn, as novelas “Os Dez Mandamentos” (2015), da Rede Record, e “Força do Querer” (2017), da Rede Globo, e as séries “Dalva e Herivelto: uma Canção de Amor” (2010) e “Nada Será como Antes” (2016). Em seu currículo, também estão incluídas as peças de teatro “O Céu Cinco Minutos Antes da Tempestade” (2008), de Antunes Filho e Éric Lenate, e “O Apocalipse segundo Domingos Oliveira”(2009), de Domingos Oliveira.

Serviço:

O que: peça “Bernard Só”.

Quando: até 22/9. Sexta e sábado às 22h30; domingo às 19h.

Onde: AP 13, Rua Treze de Maio, 1001, Centro.

Quanto: Os ingressos são no formato “pague quanto quiser”, ou seja, o público paga o valor que achar justo para o espetáculo.

 

Ficha Técnica:

Texto: Luiz Felipe Leprevost

Direção: Rafael Camargo

Atuação: Adriano Petermann

Produção: Bia Reiner

Realização: Cia. Portátil

, ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *