Projeto lança documentário sobre o que é fazer iluminação teatral sendo mulher, resgatando a história, memória e desafios dessas profissionais

Em um mercado predominantemente masculino, os desafios e conquistas das mulheres iluminadoras, docentes e técnicas de luz na cidade de Curitiba são muitos, e o projeto se propõe a dialogar sobre essa realidade

Por Assessoria de Imprensa

O isolamento da pandemia e a pausa forçada no trabalho de iluminação teatral, fez as artistas Nadja Naira e Gabriela Valcanaia refletirem sobre os rostos e vozes invisíveis de mulheres dentro da cadeia produtiva do teatro, e desenharem o projeto “Autobiografia de Todas Nós”, que, apoiado pela Lei Aldir Blanc através da Fundação Cultural de Curitiba, nasce agora de forma remota, no pior momento da pandemia em Curitiba. O projeto gera renda para 16 mulheres trabalhadoras da cultura que construíram toda a iniciativa.

O projeto é composto por um mapeamento virtual de profissionais mulheres da luz de Curitiba e região, um mini documentário, um ensaio, e duas rodas de conversa sobre o que é ser mulher trabalhadora da luz. O site www.todasnos.art já está no ar e, por lá, é possível conhecer a história de cerca de 25 mulheres que trabalham com iluminação cênica em Curitiba e região, além de possibilitar o registro de novas profissionais de forma ininterrupta. O mini documentário “Depois de Nós”, de Nadja Naira, Nina Rosa Sá, Carol Winter e Érica Silva também já está na plataforma, assim como o ensaio “A história de quem agiu no breu”, escrito por Gabriela Valcanaia.

Auto biografia de todas no s_ Lucri-Reggiani-scaled

O mini documentário é construído a partir de conversas com as iluminadoras Nadja Naira, Nadia Luciani, Semy Monastier, Lucri Reggiani, Fábia Regina e Gabriela Valcanaia, e ilustrado por imagens das profissionais no dia-a-dia do fazer teatral com iluminação. Quando tudo começou? Quais foram os desafios? O que é ser uma mulher iluminadora? Esses são alguns dos questionamentos trazidos pelo doc, que se propõe a contar histórias, registrar memórias e pensar como ser mulher hoje e projetar um futuro possível. Há pouquíssimo registro do trabalho das mulheres da luz em Curitiba e o projeto se dispõe a dar esse pontapé inicial. O documentário foi gravado em janeiro de 2021 sob todos os protocolos de segurança necessários para evitar a propagação da Covid-19.

Partindo da vivência e memórias pessoais como artista e iluminadora, Gabriela Valcanaia faz uma reflexão mais abrangente no ensaio textual: “A história de quem agiu no breu”, onde ela expande o diálogo sobre como a trajetória das mulheres foi retratada ao longo de milhares de anos de humanidade sob um regime patriarcal, e as consequências desse apagamento histórico para as profissionais mulheres e artistas contemporâneas.

Sobre a iniciativa, Nadja Naira, idealizadora do projeto, afirma: “Esse projeto é um lugar de reconhecimento, fortalecimento e possibilidades de criar novas formas de trabalhar em nossa profissão”. Para Gabriela Valcanaia, o projeto é uma oportunidade de contribuir para a reconstrução do passado a partir das mulheres: “Eu quero que construamos uma nova memória e que essa possa nos dar a autoestima histórica necessária para que percebamos que não estamos desbravando ambientes masculinos, mas que estamos re-conquistando um espaço que foi criado por nossas ancestrais.”.

Todas as ações do projeto estão sendo divulgadas em parcerias com o coletivo “Mulheres na Luz”, do Instagram

Autobiografia de todas nós_ Nadia Luciani

@mulheres_na_luz, criado por Lua de Melo Franco, Ligia Chaim e Aline Rodrigues, a página traz infos e discussões sobre iluminadoras cênicas de todo o Brasil.

SERVIÇO
– Site do projeto: 
www.todasnos.art
– Informações pelo Instagram: @mulheres_na_luz – 
https://instagram.com/mulheres_na_luz

SOBRE NADJA NAIRA
Nadja Naira trabalha há mais de 25 anos no teatro, como iluminadora, diretora e atriz. Mora em Curitiba, mas mantém parcerias artísticas em todo o país. Tem muitas criações premiadas e trabalha com importantes diretores e grupos de teatro como Marcio Abreu, Grace Passô, o Grupo Galpão (BH), A Armadilha Cia de Teatro, Companhia Ilimitada e Teatro de Breque (Curitiba). Colabora também com companhias de dança e performance, e com diversos grupos de música. Integra a companhia brasileira de teatro desde 2002, tendo participado de todas as suas produções. Opta por trabalhos colaborativos de pesquisa em teatro, e tem investigado o blecaute como elemento performativo.

SOBRE GABRIELA VALCANAIA
Gabriela Valcanaia atua profissionalmente como Diretora Teatral, Iluminadora, Arte Educadora. É discente do último ano do curso de Licenciatura em Teatro da Universidade Estadual do Paraná (UNESPAR) e Bacharel em Artes Cênicas pela mesma instituição, com interesse nas áreas de Teatro para Crianças e  Mediação Teatral. Fundadora do Grupo de Pesquisa em Teatro para Infância, onde desenvolve trabalhos colaborativos para investigar a arte contemporânea para crianças. Participa como colaboradora de Nadia Luciani no LABIC – Laboratório de Iluminação Cênica da UNESPAR.

FICHA TÉCNICA
Nadia Luciani – iluminadora convidada
Lucri Reggiani – iluminadora convidada
Semy Monastier – iluminadora convidada
Fábia Regina – iluminadora convidada
Nadja Naira – proponente e coordenadora do projeto
Gabriela Valcanaia – coordenadora do projeto e autora do ensaio “a história de quem agiu no breu”
Janaína Micheluzzi – produtora
Nina Rosa Sá – roteirista do minidoc “depois de nós”
Carol Winter – diretora de vídeo e montadora do minidoc “depois de nós”
Erica Silva – compositora de trilha e editora de áudio do minidoc “depois de nós”
Marcela Mancino – programadora website
Mical Kairós – designer gráfica
Talita Sharon – tradutora de Libras
Milena Sugiyama – pesquisadora de mapeamento
Luísa Bonin – assessora de imprensa e mídias sociais – Platea Comunicação e Arte
Thays Cristine – assessora de imprensa e mídias sociais – Platea Comunicação e Arte

Projeto realizado com recursos da Lei Aldir Blanc Edital 038/2020 Modalidade 2 –  Programa de Apoio e Incentivo à Cultura – Fundação Cultural de Curitiba, da Prefeitura Municipal de Curitiba e do Ministério do Turismo.

Tags

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios