Plantas Alimentícias Não Convencionais são destaque de evento em Curitiba

O Ciclo PANC acontece nos dias 28 de agosto e 1º de setembro na Casa Paralela, no centro da Capital

Toda refeição é um ato cultural, pois é carregado de memória, saberes, tradições, cheiros, sentimentos e sabores. Por isso, que a alimentação pode dizer muito sobre uma pessoa, contar sobre suas tradições e costumes. Se em muitos lugares a comida vem direto da horta e da floresta, nas médias e grandes cidades o quê se tem é a mesmice alimentar dos supermercados.

Uma transformação desta cultura alimentar de supermercados e feiras pode vir através das Plantas Alimentícias Não Convencionais (PANC). Estima-se que existam entre 12.500 e 75.000 plantas alimentícias em todo mundo, porém 90% de toda alimentação do planeta vem de apenas 20 espécies. É uma enorme perda de diversidade e sabores.

No Ciclo PANC ministrado pelo Engenheiro Agrônomo e Mestre em Ciências do Solo, Marcelo Silvério, que há mais de 15 anos vem estudando as PANC da região de Curitiba, vamos conhecer novas plantas que podem renovar nossa alimentação. “Além de possibilitar uma ampliação do cardápio e consequentemente de sobres, as PANC tem a particularidade de serem plantas espontâneas, que fazem parte da flora local. Se as pessoas conhecessem mais estas plantas, muito se economizaria com transporte, defensivos e até mesmo com compras, pois muitas podem estar no quintal de casa. Por exemplo, o dente-de-leão é comestível e tem propriedades medicinais, e é espontâneo, se seu consumo fosse conhecido, os agricultores gastariam menos com defensivos para combater o próprio dente-de-leão”, explica Silvério. Ele destaca que Curitiba é uma referência em agroecologia, com a primeira feira orgânica no Brasil, e também o primeiro mercado municipal com uma área para orgânicos no país, e agora é a vez da variedade alimentar das PANC serem inseridas na alimentação deste consumidor exigente e pioneiro.

Para a Nutricionista e Professora do IELUSC, Isabel Carolina Bousfield, as PANC são excelentes para complementar a dieta, pois possuem inúmeros fitoquímicos, minerais e vitaminas. “As PANC são uma excelente forma de ter uma alimentação responsável, adequada e saudável. Porém é preciso cautela, pois algumas exigem preparos adequados para retirar a toxidade, de modo similar a batata-doce, mandioca e espinafre. É preciso fazer cursos e conhecer as PANC da sua região e aprender a usá-las da melhor maneira para preservar suas propriedades”, reforça a professora.

Um dos destaques do Ciclo PANC, o chef de cozinha, Bruno Choinski, comenta que as PANC são um excelente caminho para ampliar os sabores à mesa, e depois de conhecê-las um pouco melhor, fica fácil utilizá-las em vários preparos. “Elas abrem um leque enorme na produção dos pratos. Podem ser inseridas desde a cozinha clássica francesa até preparações do dia a dia”, afirma o chef que está preparando um menu especial para o evento.

A primeira edição do Ciclo PANC acontece em duas etapas:

Etapa 1: 28 de agosto de 2018, das 19h30 às 20h30: Conhecendo as PANC de forma prática – Vamos juntos fazer uma resignificação da cultura alimentar. A partir do resgate e estudos aplicados à identificação de plantas nativas e tradicionalmente utilizadas como alimento e medicina pelos povos ancestrais. A atividade trará uma nova luz sobre possibilidades de diversificação alimentar que promove melhorias na saúde e qualidade de vida de todos. E você levará para casa sua mudinha de PANC! Valor R$ 50,00.

Etapa 2: 1º de setembro de 2018, das 10h às 15h: Manejo e Degustação de PANC – Nesta atividade será abordado meios de cultivo e multiplicação em pequenos espaços com manejo diversificado pensado para quem vive na cidade. E junto com nosso chef vamos produzir pratos e quitutes para degustação, em uma aula interativa. Valor R$ 150,00

Interessados nas duas etapas podem solicitar o desconto Pacote PANC por R$180,00.

O Ciclo PANC acontece na Casa Paralela, Rua Benjamin Constant, 400 e 1/3, no centro de Curitiba.

As inscrições são realizadas pelo e-mail paralelacwb@gmail.com

Crédito foto:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *