Insônia: A dificuldade que assola o mundo Transformada em arte de suspense

Por Igor Horbach

Aposto que você já deve ter tido insônia, se é que ainda não tem. Aquela noite em que fica se virando na cama e não consegue dormir. A cabeça em pensamentos aleatórios noite adentro e quando menos espera, falta pouco mais de duas horas (as vezes até menos) para o despertador tocar e você ter que dar o melhor de si no trabalho. 

Pois é, quem é que não tem ou nunca teve? Para os ansiosos, como eu, a insônia é uma velha amiga. Não precisa de muita coisa para ela aparecer para uma bela xícara de chá. Como de costume, durante as insônias, minha mente vaga em uma linha tênue entre a realidade e a ficção e começa a traçar novas histórias, algumas delas muito bonitas e singelas, como no meu livro Cartas para Jack, contudo, outras não são tão lindas assim. 

Meu novo projeto, Insônia, surgiu, obviamente, de uma dessas noites. No caso de Destinatário, me lembro que estava ansioso pela chegada de um produto que havia comprado na internet e comecei a pensar sobre como deve ser o sistema de entrega dos Correios e transportadoras. Não demorou muito para essa dúvida se transformar em uma história com vários pacotes medonhos e bizarros sendo entregues na casa de uma pessoa. 

Algumas noites depois, a minha mente começou a  vagar sobre horários. Como a gente sabe exatamente que horas são? Quem disse que aquele momento era o início do dia ou o final dele? Então, como se em um estalo de dedos, meu consciente criou os personagens e a história do segundo conto do projeto, “O relógio sem ponteiro”. O que me surpreendeu nesse caso, é que um pensamento levou a outro e quando menos esperei, lá estava eu, com papel e caneta na mão, às quatro da manhã, rascunhando todos os contos do projeto. 

A tetralogia de contos de suspense/thriller psicológico não é sobre isso apenas. Vai além. Transmite a importância de uma boa noite de sono, o efeito de uma produtividade forçada e tantas outras questões que apenas você, leitor, poderá perceber ao longo da leitura de cada conto. Não é apenas sobre a minha perspectiva de cada coisa, mas também sobre como o meio influencia em sua saúde mental a ponto de lhe causar INSÔNIA. 

Em linhas ficcionais, Insônia é a reunião de 4 contos de suspense psicológico (Destinatário, O relógio sem ponteiro, Caminhante e Amizade estranha) de histórias distintas, mas que possuem uma única ligação: Todas surgem naquela noite de insônia que todo mundo passa olhando para o teto do quarto. E se eu não morasse sozinho aqui? E se alguém me matar quando eu sair do portão? E se o dono dessa casa quisesse me matar? E se o meu melhor amigo na verdade fosse um sociopata?

O primeiro conto do projeto sai no próximo dia 28 de maio na Amazon.com e os demais serão lançados um por mês, sempre nas últimas sextas-feiras. 

Tags

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios