Aos poucos, aos palcos

Tímida, ainda com pouco público. Mas cada vez mais reabrindo suas portas. Assim tem sido a volta das peças de teatro no Rio de Janeiro. E a minha também, após um ano e meio parada na arte – eu vim no Rio para me aventurar no teatro.


Esse mês, a Cia Martins Franco me deu a oportunidade de atuar no teatro infantil, no musical O REI LEÃO, O musical. Foi uma emoção tão grande levar  a arte, depois de tantos meses!

Camarim – personagem Zazu, na versão feminina 

Pisar no chão de madeira, olhar para o  holofote, sentir a energia de tudo e ver o público rir mesmo que com os olhos e por de trás de suas máscaras, é gratificante!

As apresentações contam com distanciamento e público reduzido. E mesmo permitida essa volta, cada produção faz o que pode, umas seguem paradas, outras investem em muita divulgação.

Infelizmente, nada diferente do que era antes, o teatro ainda é muito desvalorizado de um modo geral.  O brasileiro consome pouco entretenimento presencial. Agora se percebe mais ainda.

Mas, por outro lado, já sabemos que quem vai assistir, está ali porque ama mesmo, porque sentiu falta e essa energia, vale por mil! Ainda sinto um frio na barriga, também pela preocupação pelo momento que passamos. Mas rindo ou chorando, estamos juntos, aos poucos, de volta!

Bianca Nascimento

Bianca Nascimento Jornalista, atriz, nômade. Bianca Nascimento esteve à frente da assessoria de imprensa de projetos culturais e políticos. Sua alma nômade já a levou a morar 211 dias África do Sul, onde trabalhou na área de intercâmbio. Há mais de mil dias mora no Rio de Janeiro, onde já se aventura como atriz. E também de lá compartilha no Jornal A Cena as novidades da cena cultural e lifestyle (turismo, comportamento, gastronomia, moda) da cidade maravilhosa.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios